segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Cidade grande

Quanto mais moro em Fortaleza,
mais descubro em mim
o homem de Quixeramobim...

Quanto mais fico à beira da praia
mais saudade sinto da caatinga...

Quanto mais sinto o cheiro do asfalto
mais feliz fico com a brisa do Aracati pela noite...

Quanto mais vejo a luz da cidade refletida no céu noturno,
mais admiro a noite escura...E as estrelas nela.

Só se pode admirar estrelas
mergulhados nas trevas..


Solidão

A minha solidão
liberta meus demônios,
E o meu tédio os alimenta com fartura...

O meu pensar em ti
os afasta,
e o teu afastar-se de mim,
os traz pra perto...

Não é só da lua, pois,
a luz que ilumina meus demônios interiores,
Mas o sol
com seu disfarce de luz,
que os abriga nas suas trevas escamoetadas...

E o vento espalha seus ruídos
só aos outros inaudíveis...

Liberdade

Os liberais costumam dizer que a minha liberdade
vai do outro ao infinito...
Eu prefiro dizer
que a minha liberdade
vai do outro em mim
ao eu no outro.
E daí salta ao infinito...